domingo, 31 de janeiro de 2010

Para todo mal, aspirina, anador e melhoral.

Bom dia senhoras e senhores n-leitores. Ontem saiu o resultado da UFBA e eis que subimos mais um degrau rumo à “felicidade plena”. Felicidade plena é de longe o exagero dos exageros. Não acredito que exista tanto, não mesmo. Mas, estamos realizando os sonhos de criança e isso deve contar pontos em algum tipo de tábua de score né?
No mais tudo na santa paz (acordei “rimante” e toscamente “rimante” =p).  Aprendi a fazer toque proctológico essa semana, o teórico pelo menos. Semana que vem partiremos pra prática (uhu! ¬¬). Não gosto das aulas de urologia, 2 a 3 horas de professores bossais, muito machões e muito sérios tentando me convencer a passar o resto de minha estadia nesse planeta pegando no peru de estranhos. Não, não me parece um projeto promissor de vida.
O que mais dizer, deixa ver… continuar com o francês e seguir o plano de 5 anos pra adquirir a prestige class (pensamento meta-jogo) “médico sem fronteira” hehehe. Enquanto isso o Doria tá virando “escolhido divino” com o PhD em paladinagem dele e Jó virando “sumo-sacerdote” dos deuses profanos dele. Eu vou ser “arquimago de campo” xD.

Bons ventos guiem vocês, patota. =]

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Lá e de volta, outra vez.

Bom dia senhoras e senhores n-leitores. Começamos (eu pelo menos) outro divertidíssimo semestre. Começou segunda na verdade, mais puxado que os anteriores, e (por sorte) mais interessante.
Hoje tive uma aula fantástica, psicodînâmica da prática clínica. O que é isso? Eu não sei especificar. Mas me diverti muito, o professor falou sobre a escolha profissional e onde estamos nos metende, os porques, vocações, ego, alma, sonhos, desiluzões, pressões, cobranças, orgulhos.. Ah foi genial. Lembrei que não sei por que faço o que faço, mas que 4º ano bem, vou continuar fazendo. =p
Deviam ter esse tipo de aula antes.

Beijo pra vocês.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Já vou embora…

 


As férias tão acabando e muita coisa fica sem ponto ou nó.

Já vou embora
Mas sei que vou voltar
Amor não chora
Se eu volto é pra ficar
Amor não chora
Que a hora é de deixar
O amor agora
Pra sempre ele ficar

Eu quis ficar aqui
Mas não podia
O meu caminho a ti
Não conduzia

Um rei maucoroado
Não queria
O amor em seu reinado
Pois sabia, não ia ser amado

Amor não chora
Eu volto um dia
O rei velho e cansado
Já morria

Perdido em seu reinado
Sem Maria
Quando eu me despedia
No meu canto lhe dizia

Falou gente.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

... e outros demônios.

Boa noite senhoras e senhores n-leitores.
Faz algum tempo que não venho aqui e vim hoje por que queria deixar um pouco do meu dia guardado. Tem sido uma semana muito boa que infelizmente terminou hoje, mas que deixou qualquer coisa de especial.

"A vida é irônica",

E vai continuar sendo.