quinta-feira, 25 de março de 2010

I can’t stand me now.

Yeah.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Notas sobre religião

Olá senhoras e senhores n-leitores.

Estou eu tendo aula no IMLNR (Instituto médico legal nina rodrigues) e percebo uma estranha árvore com panos enrolados. Fiquei curioso e aproveite durante aula com o diretor do prédio perguntei por que tais panos e tal. O diretor muito orgulhoso disso, explicou que o pano estava lá pois a árvore era a representação de um Orixá. Diz ele que quando foi fundado o prédio em 1904 a área desapropriada era na verdade o terreiro da curva grande e que o mesmo abriva uma árvore centenária que era para o povo que tinha o local como tempo personificação de um orixá. À pedidos da população a árvore foi mantida e anualmente em setembro ocorrem palestrar no IML sobre religião, sincretismo e a festa desse orixá em questão com direito a culto em local.

Muito interessado e achando o fato por si só fantástico do tipo “coisas que só são vistas na bahia” eu fui pesquisar mais a respeito na internet… O que descobri, contudo foi na verdade bem decepcionante. Nina Rodrigues, o médico legista ao qual é dado o nome do edifício era professor da escola de medicina da bahia e tem ensaios publicados sobre a ligação da herança negra e o crime. Defendendo uma visão de que a genética africana torna as pessoas mais sucetíveis a uma vida de crimes, ressaltando inclusive a importância de um código penal para brancos e outro para negros. Um completo absurdo. Além disso exite no IML um museu da cultura africana que divide espaço com o museu de crimes. Algo como exibir santos católicos no mesmo espaço que armas que foram usadas em assassinatos bárbaros, cabeças de grandes assassinos e coisas do gênero. Uma profanação da cultura africana.

É de fato uma pena, quando achamos que podemos ter orgulho de nossa terra, nos aparecem com uma dessas. =/

Sobre o universo, a vida e tudo mais:

“Eu preciso de analgésicos!”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ps: Ou qualquer coisa que me deixe apenas grog.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Insominia (Parte II)

Bom dia senhoras e senhoras n-leitores, eu poderia falar sobre minha semana e o quanto a faculdade de artes é genial (TEM GENTE PELADA NO CORREDOR!), poderia falar do Juliano Moreira e explicar por que fiquei decepcionado com a visita a um manicômio, poderia falar de medicina ocupacional, do meu tema de monografia, da chuva chata que cai lá fora, do céu, do mar, de toda essa coisa boba que eu sinto quando vejo as estrelas, do disco dos pullovers, dos livros do garcia, das aulas do francês, do grupo de rpg, da festa do marcelo, da outra festa do marcelo, da minha casa, dos meus amigos, da chuva que continua caindo lá fora, dos 7 quilos de argila debaixo da minha cama, dos filmes do cinema, dos textos, dos artigos, da prova hoje de manhã, do spray fixador para desenhos a lápis, da minha falta de sono, falta de tempo e descrepante motivação que surgiu aparentemente do nada. Mas não tô afim. Só existe um assunto interessante:

 

Eu acho que estou namorando.

 

E que os bons ventos guiem todos nós.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Insomnia

De pé desde as 4:30 da madrugada pra terminar de redigir um trabalho sobre minha paciente urológica que segundo 2 em 3 livros que eu li vai ter que passar o resto da vida fazendo cateterismo (sim, enfiando um catéter na uretra pra alcançar a bexiga e esvaziar a quantidade de urina que por lesão medular ela é incapaz de eliminar sozinha).

O fato é, isso é simples demais pra um trabalho que vale 10… então o que fazer? Bem, por ser um paciente ficcional eu controlo a vida dela, logo ela pode desenvolver uma infecção de trato urinário né? Não é exatamente a maior das maravilhas urinar pús… mas pelo menos enriquece a história, gera mais duas consultas ficcionais e garante uma nota mais digna.

Eu não curto esse tipo de coisa, tipo eu sou muito “ah, isso é chato, logo não vou fazer muito mais do que me mandaram não…” Não que eu tenha algo contra superar expectativas, mas geralmente eu sou muito ruim nisso. As pessoas criam expectativas demais quanto a minha pessoa e eu acabo decepcionando todo mundo. É… this sucks.

Parece que vou com os meninos pro porto sábado, tá rolando buena vista social club de graça aqui =] Mesmo projeto da infeliz história da garrafa de vodka e da boia de moranguinho… Contudo esse ano me sinto completamente diferente do ano passado. É, no fim somos todos metamorfoses ambulantes.

Ouvindo Belle e sebastian, o que me lembra que tenho que gravar um cd e por no correio. Ou dois.

Bons ventos pra todos vocês…

 

Ps: Algumas pessoas vieram pra ser felizes, algumas vieram para ajudar outras, outras para prejudicar… Eu suspeito que vim para sentir saudade.

 

“SOME KIND OF HAPPINESS IS MESURED OUT IN MILES” 1 891 miles to be more exactly.

quarta-feira, 10 de março de 2010

Pullovers

“(…)
E desse jeito aprender o que é vida,
O que é preguiça de se aborrecer,
Olhar o mundo como quem me ama
Que disse que me ama até morrer.”


Bons ventos n-leitores.

quinta-feira, 4 de março de 2010

O certo, o errado e você.

Cansei do calor, da semana, das pessoas, e de praticamente tudo:

- Preciso de férias de mim.

terça-feira, 2 de março de 2010

Aos navegantes.

Bom dia senhoras e senhores n-leitores são seis horas da manhã e 27º na cidade do Salvador, o vento não sopra o céu está naquele tom de azul que faz você sacar o porquê de “celeste” e eu estou entediado.

- Tá Maurício, conta algo novo.

Não, sério o tédio é algo até agradável às vezes… Eu costumo produzir melhor com tédio. Sim, acredito que as grandes descobertas da humanidade foram feitas com o auxílio desse gigante poeirento. Pensem da seguinte forma, pessoas que estão se divertindo não pensam muito, se divertem.

Bem, acabei de escrever uma resenha pra faculdade e começo a pensar sobre o que quero fazer minha monografia. Se já tivesse pego psiquiatria seria tão mais fácil. Apesar de ter consciência de não querer ser um psiquiatra devido a quantidade de drogas que eles entopem os pacientes e tal.

Estou ouvindo vive la fête, o que me leva a lembrar automaticamente que hoje recomeça o francês, o que por sua vez me faz lembrar que não coloquei esses livros na mochila. Já é muito cedo pra cair no chão e implorar por férias?

Vejamos, o que mais… Ah! montamos outro grupo de rpg. Quer dizer, dessa vez Trakinas montou sozinho e eu entrei como mestre (narrador). É um grupo divertido, estou esperançoso.

Acho que é só, nada mais a declarar no meu boletim mensal. =p

Feliz 02 de março pra todos vocês (o que me lembra que tenho que descobrir o aniversário do Pedro).

 

Beijo e bons ventos pra vocês.